quinta-feira, 9 de junho de 2011

Adeus solidão.

Ei! Você mesmo, porque queres me dominar novamente? Já não bastou o sofrimento que me causou na sua antiga passagem? Não precisa se apresentar, já sei que você se chama solidão. Ultimamente, a escuridão anda me fazendo companhia, talvez por isso, você se achou no direito de entrar na minha vida. Mas e agora? O que realmente pretendes fazer comigo? Já não sinto medo de sofrer como da primeira vez. Mas por favor, solidão, vai com calma. Na verdade, eu tenho um medo. Medo de você ficar comigo para sempre, medo da escuridão prender-me e não deixar mais que o sol me ilumine. Queria tanto que as pessoas me afastassem de você, dessa sua possessão em me ter, mas parece que eu gosto da sua companhia. É eu gosto.
É com você que eu realmente consigo me entender, consigo sair do conto de fadas e focar na realidade. Você consegue me mostrar quem realmente se importa comigo. Mas eu ainda te quero longe de mim solidão. Então, não entre na minha vida com o intuito de estragá-la, pois outros já tiveram a audácia de fazer isso por você

Um comentário:

Lara Oliveira. disse...

Que texto lindo! Olha, eu te entendo, a solidão andava me fazendo companhia também, mas eu vi meus amigos, e agora eles a espantaram. Beijos.